QUAL O MELHOR CURSO DE HIPNOSE CLÍNICA?



Se você está lendo este artigo, muito provavelmente já buscou cursos de formação profissional em hipnose clínica ou clássica. Ou mesmo, tem essa curiosidade dentro de si que te faz querer saber mais sobre como funcionam os mecanismos dessa ferramenta de moldagem da mente humana, e isso é completamente compreensível, afinal, o tema é presente na mídia, na cultura pop, na internet e na literatura e gera, em grande parte, uma curiosidade natural por querer entender como uma pessoa simplesmente diz algo e a outra passa a acreditar nesse algo como se fosse verdade absoluta, em segundos!


Pois bem, aproveitando-se dessa curiosidade e fascínio muitas pessoas se aproveitam para tentar ensinar o que não estão preparadas para ensinar. Veja, não estou falando aqui de hierarquia, nem nada do gênero, mas a maioria dos cursos de hipnose oferecidos no mercado são ministrados por pessoas que têm pouca ou nenhuma experiência prática e profissional com a ferramenta, e se propõem a ensinar pessoas a se tornarem profissionais. Não tem sentido algum! E o pior é que essa maioria de cursos nem sequer entrega aquilo que promete entregar, deixando os alunos com a sensação de que foram enganados (e realmente foram), por não ter aprendido o que deveriam ter aprendido, não tendo condições de atuar profissionalmente como sonham em atuar, com segurança e capacidade.



Pra te ajudar nessa tarefa, elaborei aqui quatro critérios mínimos, elaborados em uma lista, para que possa escolher seu curso de formação em hipnose com mais segurança. Lembre-se que essa lista que disponibilizo são os critérios mínimos de aceitabilidade de um curso de formação em hipnose profissional! Se o curso que busca não consegue atender no mínimo essa lista, recomendo repensar suas escolhas, certo? Bem, sem enrolação vamos à lista:


1 – Custo x Benefício


Existem muitos cursos muito baratos que pretendem formar profissionais em hipnose clínica, mas que são pobres em conteúdo. Assim como existem cursos muito caros, mas que são constituídos muito mais por marketing que por solidez teórica e prática. Ou seja, igualmente pobres nos mesmos conteúdos.


É indispensável verificar se o conteúdo programático do curso é completo, passando desde a parte clássica até a parte clínica, com detalhes! Além disso, cabe verificar se o curso detém uma boa estrutura de atendimento ao aluno, se realiza encontros online, se possui conteúdos práticos de verdade, se oferece material didático que acompanhe a estrutura das aulas em vídeo, bem como, se oferece meios diversos para contato, além de e-mail, como telefone, WhatsApp, páginas em redes sociais e ambiente interno na plataforma do próprio curso!


2 – Reputação do Curso, do instrutor e da instituição


E uma boa maneira de fazer isso é verificando se existem depoimentos de ex-alunos, o que eles dizem; verificando se a instituição tem tradição em oferecer formação profissional já há algum no mercado, e mesmo verificar depoimentos de ex-clientes/pacientes do seu professor ou professora nesse curso.

Pesquise também acerca de cada um desses elementos em buscadores da Internet, sempre buscando saber se há mais prós do que contras naquela instituição, ou para aquele professor!

3 – Quem é o instrutor ou instrutora


Uma outra ferramenta que pode ser utilizada para avaliar a qualidade de um curso de formação profissional em hipnose clássica, clínica ou hospitalar é realizar pesquisas acerca dos profissionais envolvidos. Os professores desse curso que está analisando precisam ser pessoas com experiência real na área, com anos de prática e com resultados nítidos! Isso porque não é possível alguém ensinar, de verdade, algo que não tem sequer experiência.


Essa é a real razão por detrás dessa necessidade de pesquisar sobre seus professores: Quem são eles? Quantos anos de prática clínica possuem? São bons professores? Tem depoimentos de alunos e de clientes da clínica? São bons depoimentos?


Esse cuidado é necessário para evitar cair em uma cilada de pessoas que são excelentes em marketing, mas pouco sabem sobre clínica psicoterapêutica e hipnose!



4 – Critérios de certificação


Por fim, podemos apontar para a maneira como a certificação nesse curso é realizada. Você simplesmente assiste as aulas e recebe o certificado, ou passa por uma prova? Essa prova é simplesmente teórica ou tem etapas práticas, mesmo que por vídeo?


Embora não pareça, a prova final de um curso de formação profissional é importantíssima para garantir a excelência do aprendizado do aluno! Mesmo que o aluno tenha outras chances de prestar a prova, caso reprovado, deverá estudar a matéria novamente e fazê-la uma segunda ou terceira vez, se for o caso. Isso porque instituições sérias precisam ter um controle de qualidade sobre quantidade!



Naturalmente, bons cursos costumam ser caros, é verdade. No entanto, existem algumas poucas alternativas de formação profissional em hipnose clínica e clássica online que realmente superam todas as expectativas, inclusive se comparadas a cursos presenciais! Busque se informar, de verdade, sobre as alternativas disponíveis e, sempre, compare os cursos que encontrar com os critérios citados acima! Não podemos ser levianos nem brincar com nossa formação profissional. Se realmente desejamos e sonhamos com a excelência profissional, precisamos buscar essa excelência antes mesmo de escolher qual curso faremos!



deixe seu comentário abaixo