Please reload

LISTA DE 10 ANIMAÇÕES FILOSÓFICAS

15/04/2019

Nem toda animação tem cunho infantil.

Confira esta lista de 10 animações que agradam jovens e adultos.

 

10 animações que todo adulto deveria ver

 

Adoramos animações, não importa se infantis ou não. E há muitas que têm apelo universal e podem ser assistidas tanto por crianças quanto por adultos. Porém existem outras que carregam em assuntos mais pesados, como sexo e violência, e é melhor manter distante dos pimpolhos. Às vezes, não é nem por isso: a animação talvez tenha uma narrativa tão profunda e filosófica que seus questionamentos simplesmente não sejam adequados para uma criança ou adolescente.

Selecionamos nossas 10 preferidas. E aí, concorda?

 

1) Planeta Fantástico (La Planèt Sauvage) ANO: 1973

Neste clássico cult sobre o autoritarismo, uma criança humana órfã é colocada à mercê de alienígenas. Inicialmente presa, ela consegue escapar e conhece um mundo de seres fantásticos.

É um filme bastante psicodélico e confuso, o que por si só já é o suficiente para deixar qualquer criança entediada. Porém, muito mais do que isso, o filme tem uma grande mensagem sobre a sociedade humana e traz certas imagens que podem ser consideradas perturbadoras. Ponha o filho pra jogar Minecraft e confira essa experiência única.

 

2) Anomalisa ANO: 2015

Recente indicado a melhor animação no Oscar 2016, o filme conta a história de Michael, um palestrante motivacional que tem de viajar a trabalho. Com um casamento bastante complicado, ele busca tentar se reencontrar com um antigo relacionamento. Sem sucesso, acaba conhecendo a jovem Lisa, uma moça que sofre de depressão que é bastante fã do trabalho de Michael.

O filme aborda depressão e outros assuntos pesados, trazendo inclusive uma cena de sexo que não tem precedentes no campo da animação.

 

3) A Pequena Loja de Suicídios (Le Magasin des Suicides) ANO: 2012

O nome já o suficiente para indicar que não se trata de uma animação infantil. No enredo, uma loja se sustenta por vender artigos para ajudar as pessoas a se suicidarem em um mundo totalmente deprimido. Tudo será colocado à prova quando os donos da loja têm um filho totalmente fora do padrão depressivo da cidade.

 

4) Persépolis ANO: 2007

Marjane é uma garota iraniana de 10 anos que tem sua vida totalmente mudada com a entrada de um regimente conservador em seu país, o Irã. Sendo obrigada a mudar suas vestimentas e sua maneira de agir, e também a usar véu, ela não vê outra possibilidade a não ser ir contra o sistema e se tornar uma revolucionária.

O filme é baseado na premiadíssima graphic novel autobiográfica de Marjane Satrapi. A autora assina o roteiro e a co-direção do longa.

 

5) Princesa Mononoke (Mononoke Hime) ANO: 1997

Considerada a obra máxima do mestre Hayao Miyazaki, Princesa Mononokeconta a história de Ashitaka, um príncipe que, após ser amaldiçoado por um demônio, tem que sair de sua aldeia em busca de uma cura. Em sua jornada, ele se depara com uma guerra entre humanos e animais pelo controle da natureza e, com isso, Ashitaka conhece San, a Princesa Mononoke. O príncipe entrará em conflito consigo mesmo para saber de qual lado ele ficará quando explodir a batalha.

 

6) Ghost in The Shell ANO: 1995

Uma das animações japonesas mais clássicas, o filme mostra Major Motoko, uma agente ciborgue de um grupo policial secreto que tem de lutar contra um grande hacker conhecido como “Mestre Marionete”.

O filme tem alto teor filosófico e uma importância enorme na cultura pop e na do cyberpunk. Uma versão live-action estrelada por Scarlett Johansson tem previsão de estreia para 2017.

 

7) Mary e Max – Uma Amizade Diferente (Mary And Max) ANO: 2009

Um filme que consegue ser fofo e triste, animador e deprimente, tudo ao mesmo tempo. Mary é uma menina de oito anos, filha de mãe alcoólatra e pai ausente, que começa a trocar cartas com Max, um homem de 44 anos judeu com Síndrome de Asperger.

O filme aborda diversas questões sociais delicadas como alcoolismo, depressão, autismo, obesidade e muitas outras – difícil de absorver para um espectador pequeno. Mas quem topar a parada talvez  se emocione mais do que esperaria.

 

8) Perfect Blue (Pāfekuto Burū) ANO: 1997

Mima Kirigoe faz parte de uma banda pop, porém desiste para seguir carreira de atriz em um seriado policial. A mudança de vida repentina assusta os fãs, que estavam acostumados a ver Mima como uma moça angelical, enquanto o seriado é realista e violento. Após filmar uma cena de estupro, Mima fica traumatizada e perturbada psicologicamente, o que faz com que ela comece a misturar ficção com realidade.

O filme discute como a sociedade de hoje compromete a identidade de uma pessoa e o quanto podemos acabar não sabendo distinguir onde começa nosso eu de verdade e nosso personagem público. A crítica é bastante válida e o suspense te faz perder o fôlego a todo momento.

 

9) Akira ANO: 1988

Esse não é só um clássico do cinema japonês, é um clássico do cinema em geral. Bastante influente e inspiradora de diversas obras futuristas, a história gira em torno de Kaneda, líder de uma gangue de motoqueiros na cidade futurista de Neo Tokyo. Um dos amigos de Kaneda, Tetsuo, acabe envolvido em um projeto do governo conhecido como Akira, desencadeando uma verdadeira guerra.

Em busca de salvar Tetsuo, Kaneda e seus colegas vão contra o governo até se depararem com o resultado da tal experiência. E as consequências são explosivas. Filosófica, inovadora e emocionante, essa obra-prima precisa de maturidade (etária e emocional) para ser apreciada como deve. Mas é obrigatória para qualquer amante de ficção-científica.

 

10) Túmulo dos Vagalumes (Hotaru no Haka) ANO: 1988 

Você já chorou em algum filme? Não? Prepare-se, pois essa emocionante obra do Studio Ghibli irá te fazer ficar desidratado.

Ambientado na 2ª Guerra Mundial, o filme conta a história de Setsuko e Seita, dois irmãos que têm de ir para o campo depois de perderem a mãe em um ataque aéreo e o pai ficar desaparecido após ser convocado para lutar na guerra. Eles acabam tendo que viver no mato, o que leva a irmã mais nova a ficar gravemente doente. Cabe a Seita tomar conta deles em meio à pobreza, à fome e aos outros terrores que a guerra pode trazer.

 

Publicado originalmente por: Revista Superinteressante>https://super.abril.com.br/blog/turma-do-fundao/10-animacoes-que-todo-adulto-deveria-ver/

 

Curso de Formação em História da Filosofia> https://www.institutoesfera.org/historia-da-filosofia

 

 

Please reload

deixe seu comentário abaixo

INSTITUTO ESFERA

Rua Amador Bueno, 1300, Centro

Ribeirão Preto - SP | (16) 3625-0656