MINDFULNESS E A MANUTENÇÃO DA ATENÇÃO PLENA



TEMA: Do estado para o traço. A trajetória do estado de mindfulness durante a intervenção meditativa pressupõe mudanças no traço de mindfulness.


Título do artigo original em inglês: From a state to a trait: Trajectories of state mindfulness in meditation during intervention predict changes in trait mindfulness.


Autores: Kiken LG, Garland EL, Gaylord SA et al Link para o original em inglês: http://dx.doi.org/10.1016/j.paid.2014.12.044



Resumo:


A prática de mindfulness promove uma melhora no estado de mindfulness e essa continuidade parece aumentar o traço de mindfulness, trazendo benefícios para a saúde. Este estudo realizou uma análise individual na trajetória do estado de mindfulness durante as práticas de intervenção baseada em mindfulness (8 semanas) em relação a mudanças nos traços (Questionário das 5 facetas de mindfulness – FFMQ) e angústia psicológica (Checklist de sintomas 90 – SCL-90-R), que foram coletadas antes e depois de cada intervenção. Após cada prática os participantes relatavam o estado de mindfulness (Escala Toronto de Mindfulness – TMS). Através da combinação testes de curvas de crescimento latente e modelos de direcionamento (correlaciona estatisticamente os resultados entre as escalas) sugerem que existem mudanças individuais no estado de mindfulness durante o programa de 8 semanas e essas mudanças promovem alterações no traço de mindfulness e na angústia psicológica.


CONCLUSÃO:


Neste estudo foi possível observar que mudanças surgem no estado de mindfulness após a prática e que essa continuidade contribui no traço de mindfulness e na minimização da angústia psicológica. A trajetória dessa mudança é individualizada e necessita mais estudos.


Tradução: Guaraci Ken Tanaka Responsáveis (Artigo da Semana): Geissy Araújo, Guaraci Ken Tanaka, Érika Leonardo de Souza, Marcelo Demarzo - Mente aberta - Centro Brasileiro de Mindfulness e promoção da saúde


Repost: http://www.mindfulnessbrasil.com



deixe seu comentário abaixo