O QUE É YOGA? QUAL SUA ORIGEM?



Como a maioria já sabe, o Yoga veio da Índia. Assim, para compreender melhor este universo, é importante conhecermos um pouco sobre a história e filosofia da Índia.


Até hoje não se sabe exatamente quando foi a origem do yoga. Embora possa ser rastreado até 5 mil anos atrás, alguns pesquisadores acreditam que o yoga pode ter até 10 mil anos. Nas ruínas da civilização Indus-Sarasvati (uma civilização importante da região índica), nas cidades Mohenjo, Daro e Harappa, escavadores encontraram representações gravadas em selos de pedra-sabão que se assemelham fortemente a figuras yógicas.


Em seguida, temos os Vedas. Os Vedas são uma coleção de escrituras sagrados escritos em sânscrito associadas à religião hindu. São escritos em mantras que ensinam muitas práticas espirituais. O termo “veda”, em sânscrito, significa “conhecimento”. Assim, seu propósito é ser um meio de conhecimento que permeia todos os campos da sociedade, apresentando informações que os homens não poderiam descobrir sozinhos. Existem 4 Vedas:


Rigveda

Yajurveda

Samaveda

Atharvaveda


Cada um deles é dividido em:

1) Samhita – versos;

2) Brahmanas – liturgia;

3) Aranyakas – textos para serem estudados na floresta, em isolamento;

4) Upanishads – visão metafísica, filosófica, diálogos sobre auto-conhecimento.



No Rig Veda falava-se sobre o domínio dos sentidos, que é resultado da dedicação às práticas de yoga. A palavra “yoga” foi registrada pela primeira vez nas Upanishads (diálogos sobre auto-conhecimento).

Na Katha Upanishad 6/10, encontra-se: “Quando o controle dos sentidos é atingido, isso é yoga”.


Existem também muitas controvérsias a respeito de datas. Segundo a tradição os Vedas datam de 4mil anos a.C., mas de acordo com o consenso acadêmico atual diz-se em torno de 1500 ou 1400 a.C..


Dentro da tradição védica é dito que a causa de todo sofrimento e de todas as aflições é a ignorância de nossa verdadeira essência, que é Brahma (o todo, o Divino, o criador do Universo, a mente cósmica). Dentro dessa tradição, o estilo de vida que prepara a mente, o corpo e o ser como um todo para a jornada de auto-conhecimento rumo à compreensão de nossa natureza é chamado de Yoga, é o que verdadeiramente é yoga.


Em se tratando de filosofia, todas as filosofias indianas têm o mesmo ponto de partida, que é o reconhecimento de que existe sofrimento e miséria. O objetivo de todas elas é superar todo sofrimento e miséria na vida. Existem seis darshanas (literalmente significa visão), seis escolas ortodoxas da filosofia indiana. São elas:


1) Samkhya – desenvolvida por Kapila em 600 a.C.

‘Sam’ significa ‘completo’, e ‘khyate’ significa ‘conhecimento’. Conhecida como “irmã” da Yoga, é dito que Samkhya é filosofia de yoga e Yoga é prática de Samkhya.


2) Yoga – compilada por Patanjali em torno de 200 a.C.

Yoga já existia, Patanjali foi o primeiro a compilar a filosofia no famoso texto “Yoga Sutras de Patanjali”.


3) Vaisesika – fundada por Kanada.


4) Nyaya – fundada por Gautama.


5) Mimamsa – fundada por Jaimini.


6) Vedanta – fundada por muitos sábios e existem diferentes vertentes e principais expoentes, como:


Advaita - Sri Adi Sankaracharya

Visistadvaita - Sage Ramanuja

Dvaita - Madhvacharya


No próximo texto aprofundaremos no darshan que mais nos interessa aqui, Yoga, estudando o início do texto “Yoga Sutras de Patanjali”.


Hari Om Tat Sat!


OBS: Este artigo foi escrito com base em anotações de aulas de filosofia ocorridas no Ashram Shiva Yoga Peeth, em Rishikesh, Índia, não tendo portanto bibliografia específica.





deixe seu comentário abaixo