Please reload

O QUE É YOGA? QUAL SUA ORIGEM?

 

 

Como a maioria já sabe, o Yoga veio da Índia. Assim, para compreender melhor este universo, é importante conhecermos um pouco sobre a história e filosofia da Índia.

 

Até hoje não se sabe exatamente quando foi a origem do yoga.  Embora possa ser rastreado até 5 mil anos atrás, alguns pesquisadores acreditam que o yoga pode ter até 10 mil anos. Nas ruínas da civilização Indus-Sarasvati (uma civilização importante da região índica), nas cidades Mohenjo, Daro e Harappa, escavadores encontraram representações gravadas em selos de pedra-sabão que se assemelham fortemente a figuras yógicas.

 

Em seguida, temos os Vedas. Os Vedas são uma coleção de escrituras sagrados escritos em sânscrito associadas à religião hindu. São escritos em mantras que ensinam muitas práticas espirituais. O termo “veda”, em sânscrito, significa “conhecimento”.  Assim, seu propósito é ser um meio de conhecimento que permeia todos os campos da sociedade, apresentando informações que os homens não poderiam descobrir sozinhos.  Existem 4 Vedas:

 

Rigveda

Yajurveda

Samaveda

Atharvaveda

 

Cada um deles é dividido em:

1) Samhita – versos;

2) Brahmanas – liturgia;

3) Aranyakas – textos para serem estudados na floresta, em isolamento;

4) Upanishads – visão metafísica, filosófica, diálogos sobre auto-conhecimento.

 

 

No Rig Veda falava-se sobre o domínio dos sentidos, que é resultado da dedicação às práticas de yoga. A palavra “yoga” foi registrada pela primeira vez nas Upanishads (diálogos sobre auto-conhecimento).

Na Katha Upanishad 6/10, encontra-se: “Quando o controle dos sentidos é atingido, isso é yoga”.

 

Existem também muitas controvérsias a respeito de datas. Segundo a tradição os Vedas datam de 4mil anos a.C., mas de acordo com o consenso acadêmico atual diz-se em torno de 1500 ou 1400 a.C..

 

Dentro da tradição védica é dito que a causa de todo sofrimento e de todas as aflições é a ignorância de nossa verdadeira essência, que é Brahma (o todo, o Divino, o criador do Universo, a mente cósmica). Dentro dessa tradição, o estilo de vida que prepara a mente, o corpo e o ser como um todo para a jornada de auto-conhecimento rumo à compreensão de nossa natureza é chamado de Yoga, é o que verdadeiramente é yoga.

 

Em se tratando de filosofia, todas as filosofias indianas têm o mesmo ponto de partida, que é o reconhecimento de que existe sofrimento e miséria. O objetivo de todas elas é superar todo sofrimento e miséria na vida. Existem seis darshanas (literalmente significa visão), seis escolas ortodoxas da filosofia indiana. São elas:

 

1) Samkhya – desenvolvida por Kapila em 600 a.C.

‘Sam’ significa ‘completo’, e ‘khyate’ significa ‘conhecimento’. Conhecida como “irmã” da Yoga, é dito que Samkhya é filosofia de yoga e Yoga é prática de Samkhya.

 

2) Yoga – compilada por Patanjali em torno de 200 a.C.

Yoga já existia, Patanjali foi o primeiro a compilar a filosofia no famoso texto “Yoga Sutras de Patanjali”.

 

3) Vaisesika – fundada por Kanada.

 

4) Nyaya – fundada por Gautama.

 

5) Mimamsa – fundada por Jaimini.

 

6) Vedanta – fundada por muitos sábios e existem diferentes vertentes e principais expoentes, como:

 

Advaita - Sri Adi Sankaracharya

Visistadvaita - Sage Ramanuja

Dvaita - Madhvacharya

 

No próximo texto aprofundaremos no darshan que mais nos interessa aqui, Yoga, estudando o início do texto “Yoga Sutras de Patanjali”.

 

Hari Om Tat Sat!

 

OBS: Este artigo foi escrito com base em anotações de aulas de filosofia ocorridas no Ashram Shiva Yoga Peeth, em Rishikesh, Índia, não tendo portanto bibliografia específica.

 

 

 

 

 

Please reload

deixe seu comentário abaixo

INSTITUTO ESFERA

Rua Amador Bueno, 1300, Centro

Ribeirão Preto - SP | (16) 3625-0656